Os agentes carcinogénicos presentes no tabaco podem causar mutações no DNA que levam ao desenvolvimento de neoplasias. O álcool, por sua vez, altera a permeabilidade celular e favorece a ação dos agentes carcinogénicos presentes no tabaco.

     O consumo excessivo de álcool e tabaco constitui um maior fator de risco, uma vez que ativa oncogenes, inibe a ação dos genes supressores de tumores e causam danos no DNA.

     Um estudo realizado teve como objetivo fazer a marcação da Ki-67 (proteína responsável pela proliferação celular) e p53 em regiões tumorais e não tumorais da cavidade bucal. Para isso, foram feitas biópsias a vários indivíduos e verificou-se que em regiões tumorais havia uma marcação forte e difusa para a p53 e para a Ki-67, enquanto nas áreas não tumorais havia marcação para a Ki-67 mas apenas pequenas áreas estavam marcadas para a p53. Com este estudo também foi possível concluir que o alcoolismo associado ao tabagismo aumenta a expressão da p53, devido ao facto de haver uma maior necessidade de destruir as células que ficam mutadas, mas não provoca alterações na expressão da proteína Ki-67. (1)

     Muito semelhante a este trabalho foi uma outra experiência efetuada com o intuito de ver, novamente, a relação entre estes dois fatores (álcool e tabaco) com as mutações que ocorrem no gene p53. Neste caso, verificou-se que o consumo de tabaco leva a uma maior taxa de mutações no gene p53 e, consequentemente, provoca cancro no pulmão (cancro estudado). (2) E concluiu-se ainda, como já seria de esperar, que consumir bebidas alcoólicas e fumar aumenta consideravelmente o número de mutações no gene referido.

     Outro estudo, também realizado neste âmbito, concluiu que as alterações nucleares (cariorrexis ou a picnose) indicativas de apoptose que são induzidas por agentes mutagénicos são utilizadas como marcadores de um início de tumor. Verificaram com esta experiência que a ocorrência de alterações nucleares que levam à apoptose eram bastantes frequentes em indivíduos que consumiam bebidas alcoólicas e fumam do que os que não o fazem. (3)

Bibliografia:

Autores: Carlos, Carolina, Catarina e Cláudia

Advertisements